quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

sábado, 6 de janeiro de 2018


Em silêncio, Vivo.  (Nov 14, 2015) Ronald Péret

Os causadores desde incomensurável dano, devem: todas as perdas humanas, famílias, quintais, currais, cães, brinquedos, habitações, barracos, animais, carros, carroças, pesqueiros, plantas, plantações amizades, vizinhos, pracinhas, igrejas, escolas, água potável, água para irrigação, pinguelas, pontes, arvores, caminhos, vendas e por aí vai multiplicado por todos os lugares, por onde passou a destruição causada por sua ambição. Para dizer a verdade quem sobreviveu, herdou uma vida inerte, os personagens e os marcos desta história desapareceram na lama. Se permanecesse apenas no luto, já ficaria desregrado, infelizmente existe ainda o abandono.

Nesta corrida desigual, deselegante, sórdida e gananciosa, onde barganharam vidas, extinguindo delas, todas as suas possibilidades de uma existência ser atrelada a outras, neste horizonte restrito, a lamina do trator, rasga a terra e golpeia a porta dos fundos de tantas moradas. Hoje nos confins e nos fins sobrepostos entre a sorte e a morte, tudo ficou coberto de lama, das terras mineiras, as profundezas do mar dos capixabas.
A agonia, perdas e dores é conhecida por todos os brasileiros, principalmente dos habitantes das margens e dos vales do Rio Gualaxo do Norte, do Carmo e Doce.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Planta da Cidade de Ouro Preto - 7 de fevereiro de 1888

Planta da Cidade de Ouro Preto datada de 7 de fevereiro de 1888 - Restaurada por Ronald Péret

sábado, 11 de novembro de 2017

Passarinhar Ouro Preto - Tangara cyanoventris

Tangara cyanoventris - A saíra-dourada ou douradinha fotografada em seu habitat preferido, as regiões montanhosas.
Nome Científico Seu nome científico significa: Tangará do (tupi) ata = andar; e carã = em volta; e do (grego) kuanos = azul e venter, ventris = ventre, barriga; - (dançarino de barriga azul). Características A beleza deste pássaro está em sua estampa multicolorida. Possui a cabeça amarela, a fronte e a garganta negras, o peito azul (quase em tom piscina), o dorso estriado de preto e amarelo e a borda das rêmiges (penas implantadas na ponta da asa) e retrizes (penas da cauda, que orientam o voo das aves), ambas verdes. Alimenta-se de pequenos frutos, atuando como dispersora de sementes.

Tangara cyanoventris - A saíra-dourada ou douradinha - Foto: Ronald Péret



Localidade: Ouro Preto - Minas Gerais - Brasil Local da Câmera: Latitude 20° 23' 12.954" S Longitude: 43° 34' 52.728" W - Altitude :1350,10 m - 10/11/2017 – 14:16:28 Nome Científico Tangara cyanoventris (Vieillot, 1819) Nome em Inglês Gilt-edged Tanager

 ____DICA PARA INICIANTES_ Optei pelo programa de velocidade do obturador (S), para manter uma qualidade da imagem mesmo o passarinho movendo, 1/125 seg; f/6,3; ISO 640 - uma maior velocidade 1/250 seria melhor, mas terei que aumentar o ISO ou diminuir a abertura (impossível neste zoom 184,3 mm na lente 4.3-215.0 mm f/2.8-6.3 da Sony DSC-HX400V) File original: 5184 × 3456 Name: DSC08691_Tangara_cyanoventris_10_11_2017_ronaldperet_op


Casal de Tangara cyanoventris - Localidade de Botafogo em Ouro Preto



Tangara cyanoventris - Um casal* saíra-dourada ou douradinha Elas adoram regiões montanhosas, mas somente foram vistas e fotografadas em MG, SP, RJ, ES e BA. *Esta especie não possuem dimorfismo sexual Em biologia, o dimorfismo sexual é considerado quando há ocorrência de indivíduos do sexo masculino e feminino de uma espécie com características físicas não sexuais marcadamente diferentes. No caso das aves a coloração das penas é muito diferenciada em muitas espécies.

Passarinhar em Ouro Preto - Athene cunicularia


A coruja-buraqueira (Athene cunicularia) - Campus Ouro Preto - IFMG. 


A coruja-buraqueira (Athene cunicularia, anteriormente Speotyto cunicularia) - 09/11/2017 - Campus Ouro Preto - IFMG. Nome Científico Seu nome científico significa: do (grego) Athene = divindade grega Atena; e do (latim) cunicularius, cuniculus = mina, mineiro, túnel, passagem subterrânea. ⇒ Coruja mineira ou coruja que cava túneis.


Dados GPS: Latitude 20° 23' 44.442" S Longitude 43° 30' 10.446" W Altitude: 1176,20 m Direção do receptor 354,07° (direção real) Dados da câmera: Sony DSC-HX400V Exposição: Manual; Medição de padrão 1/100 seg; f/8; ISO 320 214,7 mm (4.3-215.0 mm f/2.8-6.3) 18:16:33 Fotos: Ronald Péret (Licenciatura em Geografia - IFMG) - _ foto: Alongamento de uma "mineradora" no telhado do prédio de Mineração do Campus Ouro Preto - IFMG.




Sempre com Eu “Ouro Preto” no coração.

sábado, 28 de outubro de 2017

Ouro Preto oferece a emoção de viajar no tempo



Ouro Preto - Fotografia de Ronald Péret


Ouro Preto oferece a emoção de viajar no tempo, esta cidade conseguiu preservar ao longo dos anos sua arquitetura diferençada, que combina estilos e épocas, mas conservando muito da aparência do século XVIII.

 #OuroPreto #MinasGerais #Brasil #Brazil #Fotografia #Photos Fotografia: Ronald Péret